Sousa/PB -
Santa Luzia

Prefeito de Santa Luzia cria mais três secretarias mesmo após auditoria do TCE apontar inchaço na folha

Apesar da cidade de Santa Luzia estar sob o olhar vigilante do Ministério Público de Contas

Da Redação Repórter PB

30/11/2023 às 12:43

Imagem prefeito de Santa Luzia, José Alexandre, conhecido como ’Zezé de Santa Luzia

prefeito de Santa Luzia, José Alexandre, conhecido como ’Zezé de Santa Luzia ‧ Foto: divulgação

Tamanho da fonte

Mesmo após o Tribunal de Contas do Estado (TCE) apontar recentemente via auditorias inchaço nas folhas de servidores em diversos municípios paraibanos, em ano pré-eleitoral, alguns prefeitos continuam a ignorar os alertas da corte. É o caso do prefeito de Santa Luzia, José Alexandre, conhecido como ’Zezé de Santa Luzia’, que além de ignorar a auditoria do TCE, criou mais três secretárias.

Apesar da cidade de Santa Luzia estar sob o olhar vigilante do Ministério Público de Contas, o prefeito achou administrativamente correto criar mais três secretarias na cidade. Com a estimativa de pouco mais de 15 mil habitantes, a cidade passa a comportar as secretarias de Articulação Política, Esporte Lazer e Juventude e a pasta de Meio Ambiente, Ciência e Tecnologia e assim completar 10 secretarias ativas, juntamente com (Assistência Social, Chefia de Gabinete, Educação, Gestão Pública, Procuradoria Geral, Produção Rural, Saúde e Serviços Urbanos).

Folha já está inchada - Segundo o Sagres do TCE-PB, de janeiro a setembro de 2023, a prefeitura administrada por Zezé tem nos seus quadros 1.189 servidores a um custo total, até este mês de R$ 25.094.751,43. Veja o link do TCE que comprova tais número ou confira a tabela em anexo: https://sagresonline.tce.pb.gov.br/#/municipal/pessoal/servidores

Salário do prefeito - Outro detalhe que merece observação são os vencimentos do prefeito ’Zezé de Santa Luzia’, que de acordo com o Sagres do TCE-PB, de janeiro a setembro de 2023, em bolsou em vencimentos exatos: R$ 151.357,66. https://sagresonline.tce.pb.gov.br/#/municipal/pessoal/servidores

A criação das pastas e dos cargos para fazê-las funcionar parece ignorar o fato que entre as irregularidades encontradas na auditoria feita pelo Tribunal de Contas do Estado estão o de exceder o limite de gastos com folha de pagamento. Veja a lista abaixo:

Fonte:  Expresso PB

Ads 728x90

QR Code

Para ler no celular, basta apontar a câmera

Comentários

Aviso Legal: Qualquer texto publicado na internet através do Repórter PB, não reflete a opinião deste site ou de seus autores e é de responsabilidade dos leitores que publicam.